Arquivo da tag: O corpo é que paga

Variações…

Antonio Variações, O corpo é que paga – dica de Ricardo Domeneck.

Clipe bizarro, música idem.

“Quando a cabeça não se liberta /
Das frustrações, inibições /
Toda essa forca que te aperta /
O corpo é que sofre /
As privações, mutilações”

Tá?
Antonio assumiu sua homossexualidade na década de 70 e se tornou uma estrela pop. Ele tinha um estilo bem extravagante – dá pra ver pelo bigode descolorido, né? Ele morreu em 1984, e provavelmente foi uma das primeiras personalidades portuguesas a morrer em decorrência da AIDS.

Curti o Antonio.

O fato da música dele se chamar O corpo é que paga e ele ser um homossexual que se assumiu na década de 70 e depois morreu de AIDS é sinistro. Credo. Mas eu curti o cara em si.