Arquivo da tag: Maria Prata

Embalado no saquê

Um gole (ou vários) de saquê não vão fazer mal pra ninguém, Ofélia, eu juro.

Decidi criar um meme insuportável que se chama QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA.
É assim, cinco frases:

QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Lovefoxxx me foi apresentada como Luísa, e não como Lovefoxxx, e ela era ilustradora, e não cantora.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Alexandre Herchcovitch já era o máximo, mas minha mãe não sabia quem ele era. De qualquer forma, eu não tinha nenhuma peça do Alexandre Herchcovitch.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Alexandra Farah tinha cabelo completamente encaracolado e curto e usava um casaco Kenzo maravilhoso que, não sei porque, ela não usa faz séculos.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA a Vic Ceridono começou a mexer com moda também.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA a Torre era o Rabo de Saia, e depois virou Plastic Fantastic, e não a Torre – a Torre já tinha sido a Torre do Dr. Zero, e depois virou a Torre de novo.

Desafio: quero saber o que rolava quando >>
. Simone Esmanhotto
. Adelaide Ivánova
. Vitor Angelo
. Denise Dahdah
. Mary Silver
&
. o puto do Gustavo Garcez, que não tem blog
COMEÇARAM A MEXER COM MODA.

Links 2

Madeleine Lacsko: sou fã. Conheço ela do colégio, quando ela estudava com meu primo mais velho. Atualmente a Madeleine trabalha na Jovem Pan e reencontrei ela nos corredores da Bienal fazendo vídeos para o site da rádio.
Quem quiser dar uma olhada: tá aqui. O site tem uma navegação meio ruim (você tem que clicar nos SPFW, ir procurando, nada prático), mas vale a pena. E saiba que não é impressão sua: o tom meio irônico é de propósito.
Madê fez um vídeo comigo que ainda não está no ar, assim que estiver eu aviso.

***

Comentário Giselle Nasser e Jefferson Kulig no SPFW TV: eu que fiz. Como me odeio no vídeo, eu fico ridículo!
Perguntei para a Gloria como ela consegue ficar gravando entrevista, porque você tem que pensar muito enquanto fala para não dizer besteira, isso te deixa muito cansado. Ela não me revelou o segredo.

***

O blog da Lilian Pacce é bem bacana, já viu?

***

Maria Prata explica porque dá essa impressão de que ela só fala bem.
Eu também tenho esse problema. Quando não o desfile não foi bom, tomo muito cuidado – afinal, por que não rolou? E que relevância tem a minha opinião? É complicado…

***

Uma das melhores coisas da temporada atualmente é o Show do Brinde. Quem não conhece a Alexandra Farah não faz idéia de como ela é engraçada! Ela é MUITO engraçada. É sério. Lembra da Diaba?
Então, o Show do Brinde tem um clima mais vida real e é AO VIVO: trata-se de um vídeo com Alê falando sobre os brindes que rolaram super – e gongando os brindes ruins. Ela gonga mesmo, tipo “liberdade de expressão”! Eu só assisti o Show do Brinde do Fashion Rio, e parece que o servidor do site que ela está usando, que é no exterior, deu uns problemas e não está arquivando os programas passados. Enquanto isso, mantenha-se informado pelo FilmeFashion – quando, onde, como, tudo isso você descobre lá.

***

Blog da Olívia Hanssen tá acompanhando tudo na Bienal e tem um olhar mais insider, de backstage. Vale uma visita, mesmo que seja pelas imagens.
Tô meio irritado com alguns dos outros blogs, que decidiram só fazer cobertura de passarela. O que era legal era esse olhar diferente, mais fresco, de coisas que acontecem no entorno. Todo mundo quer ser crítico de moda?! Para quê? Para sentar na primeira fila? Saibam que ser crítico de moda na maioria das vezes é meio chato. Eu, que ainda estou engatinhando nisso, tenho mil dificuldades – imagina criticar o desfile de 30 anos de Lino Villaventura?! É tipo fazer resenha de uma coletânea de crônicas do Machado de Assis! Precisa fazer um mestrado antes!

Links

Minhas críticas: V.Rom e Jefferson Kulig.

***

Paloblog de hoje está super contundente, falando dos furtos na Bienal – um absurdo. Vale ler, deve ser o comentário de hoje nos corredores do SPFW.

***

As meninas da Oficina de Estilo falam das calças, que voltam a ser importantes. Adoro o jeito que elas escrevem.
Aliás, eu finalmente conheci as duas tipo perto do MAM, depois do desfile do Jefferson Kulig, e a Fê, superfofa, dizendo “porque eu leio o seu blog e patati-patatá” – eu ainda fico meio constrangido quando me dizem que lêem meu blog.
Pô, bicho, até minha irmã lê meu blog! Como é que eu vou falar das minhas aventuras sexuais??

Quer dizer, se elas existissem??

***

No Dus*****Infernus, o Vitor pergunta para o Johnny Luxo sobre a próxima gíria da temporada e Johnny responde que é “Tudi Confusi”. E é mesmo, anteontem eu usei com a Vivi da Folha na fila do MAM, para entrar em Patrícia Viera.
“Ai, menina, que fila é essa… tudi confusi”.
Ou foi pra falar de uma coleção? Hum, melhor mudar de assunto.

***

Maria Prata fala que o povo preferiu Carol Trentini na Zoomp (e preferiu mesmo) mas a gente entrevistou a Coco e a Vic disse que ela é MAIOR BRÓDER, MEU.
Se você duvida que a Vic fala “bróder”, você nunca viu ela dizendo “animal” ou “irado, meu”.

***

Daiane e Vivi Orth fazendo careta? Tem coisas que só o Fervo da Moda faz por você.

***

Look do 2nd Floor em primeira mão no blog da Thais Losso!

***

E é isso, né, gente, cansei de ver blog.