Arquivo da tag: Maki Nomiya

Esqueci de dizer que 2008 também foi

O ANO QUE VI MAKI NOMIYA AO VIVO!!!
Não é a mesma coisa que ver Pizzicato Five ao vivo, mas… se não tem tu, vai tu mesmo.

Pizzicato Five ao vivo:


Happy Sad


Sweet Soul Revue


Baby Portable Rock (som horrível, mas visual ótimo)


On the sunny side of the street


The night is still young (adoro essa versão)

Anúncios

Kate Bush + Maki Nomiya = Shiina Ringo


Vídeo de La Salle de Bain

Dizem que ela teve problemas quando nasceu com o esôfago e precisou passar por cirurgias – hoje ela tem cicatrizes nas costas como se tivessem tirado suas asas.

Ringo é maçã. Mas também pode ser uma homenagem a Ringo Starr. O nome verdadeiro de Ringo é Yumiko.

Ela se dedica hoje em dia mais ao trabalho com a sua banda Tokyo Jihen do que ao trabalho solo.

Uma música deles:

Karada

Eu vou, nem que seja sozinho

Afinal, tudo parece se encaixar.
Depois da vinda da Maki Nomiya, outra musa minha diretamente da minha adolescência vai FAZER UM SHOW NESSA SEXTA NO BRASIL.
A Pat C é brasileira mas mora em Berlim.
O CD da Pat C eu comprei por causa da capa, juro. Lááá nos 2000, ou 2000 e pouquíssimo, não lembro… ou antes. Amei, amei pra sempre. Jules e Jim eu sei cantar trechos de cabeça até hoje.
Hoje estava num evento na POP e ela apareceu, do nada, distribuindo flyer pro show dela que será na sexta, Sesc Pompéia, chopperia, às 21h.
Fiquei passado, abracei e tudo.
Ela disse que não vai tocar nenhuma música antiga – chuif – mas mesmo assim eu vou, acho que é um sinal, eu TENHO que ir.

Conheça mais Pat C no MySpace e me responda: você vai? Me faz companhia?

Nesse dá para ver melhor

Lembra dos meus vídeos ruins da Maki Nomiya no Eletronika? Pois é, agora tem uns bons!


Ó, nesse dá para ver de pertinho ela e Fernanda Takai cantando Twiggy Twiggy!!!

A minha Madonna é mais legal que a sua

Madonna provoca filas, tumulto, confusão. O show lota, você não consegue ingresso, custa caro. Fazem uma festa chamada “Será que ela vem?” e ela não vai. Na hora de Vogue, a dança imita gestos da revista de maneira caricatural.

Maki Nomiya fez show em BH, não lotou. Tranqüilo. Sentei bem na frente. Ela cantou quatro músicas e me deixou pleno. Vestida com uma roupa absurda que lembrava Pedro Lourenço e as mulheres-pássaro, com um cabelo de cair o queixo.
As músicas: Sweet Soul Revue (com um panderinho rosa cheio de glitter), Made in Japan, Kobune e Twiggy Twiggy.
Em Twiggy Twiggy, Maki is a natural. Sua pose é de modelo. Seu carão é fino.
Fizeram uma festa na Velvet e chamaram ela para tocar. Ela foi, tocou Twiggy Twiggy mais duas vezes (em versões diferentes, com o povo gritando ABACAXI! ao invés de watashi – ela já tinha tocado duas no show), tocou outras músicas, uns remixes bizarros (confesso que gostei mais do set de Lady Miss Kier quando ela veio), e tocou PHYSICAL. CANTANDO JUNTO. Morri, né?

De quebra, fiquei do lado dela, tirei foto dela, tirei foto com ela.
Tudo isso pra dizer que a minha Madonna é mais legal que a sua.

Maki Nomiya in motion

Qualidade horrível dos vídeos, eu sei, mas é o que tem pra hoje.


Kobune (O barquinho)


Twiggy Twiggy (com a minha voz. er. disfarça. pelo menos eu sei cantar em japonês, tá?!)


Physical, no (na?) Velvet

Maki Nomiya na Velvet


Maki Nomiya na Velvet

Originally uploaded by Djoh

eu, maki, o nego que fica acompanhando a maki e não sei se é marido, escravo ou o quê, e a Ju