Arquivo da tag: Alexandre Herchcovitch

Será que vale a pena ir no bazar do Herch? To sem grana :(

Vale MUITO a pena. Sério.

Ask me anything

São Paulo Fashion Bitch

Com um certo atraso.

OK: amei Alexandre feminino, amei Rosa Chá e achei Alexandre masculino muito emo, mas é só birra minha (é que eu não conseguiria usar um xadrez branco e preto sem pensar nos emos do metrô Liberdade, mas claro que não dispenso aqueles casacos maravilhosos de alfaiataria).
Amei Do Estilista, de coração.
Amei Neon, também, e queria ter uma bata de estampa de borboletas lissérgicas só pra mim.
Amei os acessórios da Gloria Coelho e da Simone Nunes e da Fabia e do Alexandre masculino e da Maria Garcia.
Amei os tricôs da Fabia.
Gostei bastante de Amapô, bastante mesmo, mas não amei como muita gente amou.
Aliás, tô amando os anos 90 da Amapô e da Maria Garcia.
Gostei de Gloria Coelho, mas gostei mais da coleção passada dela.
Eu sou da turma que gostou de Fause Haten – mas não, não gostei dele cantando.
Tô amando tricôs, mas sou alérgico.
Não assisti Osklen.
Não assisti Isabela Capeto, mas gostei.
Achei Cavalera meio fraco.

Beijos.

Eu não sei se gostei do meu texto sobre Herchcovitch

Vocês gostaram?

As fotos da Adidas

No Blog LP tem várias, mas… se você é amiguinho da Mari Maltoni no Livro do Carão, digo logo que tem MUITO MAIS!

eu-adidas

(e eu só queria comentar que Alexandre Herchcovitch deu entrevista pro Blog LP sobre a entrada dele na Rosa Chá – beijos!)

FERNANDA RESENDE

Você não vai na Drama mas eu te amo mesmo assim.

E eu te amo porque graças a você estou dormindo com alguém.

ESTOU DORMINDO COM UMA BOLSA DO ALEXANDRE HERCHCOVITCH.
Gente, que couro é esse?!

Embalado no saquê

Um gole (ou vários) de saquê não vão fazer mal pra ninguém, Ofélia, eu juro.

Decidi criar um meme insuportável que se chama QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA.
É assim, cinco frases:

QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Lovefoxxx me foi apresentada como Luísa, e não como Lovefoxxx, e ela era ilustradora, e não cantora.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Alexandre Herchcovitch já era o máximo, mas minha mãe não sabia quem ele era. De qualquer forma, eu não tinha nenhuma peça do Alexandre Herchcovitch.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Alexandra Farah tinha cabelo completamente encaracolado e curto e usava um casaco Kenzo maravilhoso que, não sei porque, ela não usa faz séculos.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA a Vic Ceridono começou a mexer com moda também.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA a Torre era o Rabo de Saia, e depois virou Plastic Fantastic, e não a Torre – a Torre já tinha sido a Torre do Dr. Zero, e depois virou a Torre de novo.

Desafio: quero saber o que rolava quando >>
. Simone Esmanhotto
. Adelaide Ivánova
. Vitor Angelo
. Denise Dahdah
. Mary Silver
&
. o puto do Gustavo Garcez, que não tem blog
COMEÇARAM A MEXER COM MODA.

Uma coisa que não sai da minha cabeça essa noite

Obama tem apoio em massa de celebridades bacanas, do povo fashionista, de toda a descolândia.
É chique ser democrata. As pessoas vêm a público para demonstrar seu apoio – coisa que não aconteceu nas eleições de prefeitura de São Paulo, Alexandre Herchcovitch foi um dos únicos a se manifestar (a favor de Marta, que perdeu).

Mas gente.
E se Obama perder? O povo vai se manifestar CONTRA McCain?
Aliás, quais serão os significados de uma derrota de Obama? Os EUA continuam racistas? A cultura do medo ganhou? Vitória da caretice – e afinal que caretice, a menos careta?
Todas as anteriores? Nenhuma?

Nessas, eu e Bia fazemos um novo bordão:
Essa Flórida só me flóride.