Arquivo da tag: Alexandra Farah

Tchau, Fashion Rio

Não tenho nada pra falar depois do texto da Alexandra.

Beijos, tchau!

Fiz meus óculos novos

Eles são Gucci, porque estou lendo Casa Gucci e é muita paixão-assassinato-dinheiro-tragédia, achei mexicano & GOSTEI.

Sim, eles custaram bilhões de reais, tudo devidamente parcelado e etc., mas eles são as coisas mais lindas e necessárias do mundo e meucunachapa porque agoraqueeusoueditor dot wordpress dot com eu posso comprá-los.

E na verdade foi a Alexandra que me convenceu a comprá-los de vez, ao lado da presença iluminada de Diane Von Furstenberg (uma das mulheres mais incríveis que eu já vi na vida, deu vontade de ficar olhando pra ela pra sempre). Ela disse: “Ah. Eles são de grau? Tudo bem, então vale a pena, você não vai tirá-los da cara, mesmo”.

Então comprei. Sorry, crise financeira: alguém tem que consumir. Quando ele ficar pronto eu posto fotos.

(ah, eu fiz um twitter também! e não consigo colocar uma foto minha, me ajuda!)

Embalado no saquê

Um gole (ou vários) de saquê não vão fazer mal pra ninguém, Ofélia, eu juro.

Decidi criar um meme insuportável que se chama QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA.
É assim, cinco frases:

QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Lovefoxxx me foi apresentada como Luísa, e não como Lovefoxxx, e ela era ilustradora, e não cantora.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Alexandre Herchcovitch já era o máximo, mas minha mãe não sabia quem ele era. De qualquer forma, eu não tinha nenhuma peça do Alexandre Herchcovitch.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA Alexandra Farah tinha cabelo completamente encaracolado e curto e usava um casaco Kenzo maravilhoso que, não sei porque, ela não usa faz séculos.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA a Vic Ceridono começou a mexer com moda também.
QUANDO EU COMECEI A MEXER COM MODA a Torre era o Rabo de Saia, e depois virou Plastic Fantastic, e não a Torre – a Torre já tinha sido a Torre do Dr. Zero, e depois virou a Torre de novo.

Desafio: quero saber o que rolava quando >>
. Simone Esmanhotto
. Adelaide Ivánova
. Vitor Angelo
. Denise Dahdah
. Mary Silver
&
. o puto do Gustavo Garcez, que não tem blog
COMEÇARAM A MEXER COM MODA.

Eu já trabalhei com essas duas pessoas

Sim, eu sou um privilegiado. Alexandra e Regina juntas – o que mais a gente pode querer?

Alexandra é a melhor jornalista de moda dessa geração. E Regina ultrapassa qualquer pódio (Ouvi dizer, inclusive, que ela vai ser homenageada esse ano… Assim, ouvi dizer, por alto…).

FILMEFASHION PARA PRÊMIO CHIC

CAMPANHA FORTE:

OFICINA DE ESTILO JÁ DISSE.
VOTEM NO FILMEFASHION na categoria BLOG FASHIONISTA DO PRÊMIO CHIC.

ale1-copia

ELA É MAIS ALTA E MAIS INCRÍVEL QUE A CLAUDIA RAIA.
ELA ME ENSINOU UM MONTE.
EU ATÉ CHORO QUANDO COMENTO.

Arte: Janezza Iglesias, astróloga. Direção de arte: Giovanni Bianco.

Outro da série “é pra ler”

A coluna da Ale no iG. Tava esperando para ver o que ela falava sobre o Claro Rio Summer – era a única que eu ainda não tinha ouvido a opinião e que eu queria saber o que estava pensando.

Vale a pena – ela chama o Rio Summer de movimento político. Concordo mega. Como meu cunhado disse: “Se o Nizan te chamar para um evento, você não vai? Claro que você vai. Você pode precisar desse cara a qualquer momento!”.

Não se esqueça que Nizan tem algumas das maiores contas publicitárias do país. Isso move MUITO dinheiro, inclusive e sobretudo da mídia. E politics are money, honey.

Não, também não fui eu

Depois da Alê ter colocado o post do SPFW que todo mundo está comentando no Twitter dela e ter dito que tem gente que está perguntando se foi ela, achei melhor também dizer – não! Não fui eu!

Como diria a Mo: “imagina, meu chocho é mais elegante”.
E eu nunca diria essas coisas da Gloria, como assim?

O caso é que três pessoas vieram me perguntar em dez minutos se tinha sido eu e achei melhor responder para as que não perguntaram mas pensaram. Beijo, tchau!