Menino não pode brincar com o pintinho

Esse antialérgico que estou tomando vem me proporcionando experiências bizarras.
A última veio em forma de sonhos. Foram 2. Vou contá-los da maneira mais objetiva, apesar de ser quase irresistível fazer piadas. Um aconteceu no começo da semana passada.

Sonho 1: estávamos eu e a Bia Bonduki na frente do Teatro Laboratório da USP usando roupas confortáveis e bonitas (não lembro exatamente quais). Alguém chamava a gente pra uma sala pra “aquecer”.  A gente agia naturalmente, ia pra sala e começava a se aquecer.
A gente estava se preparando pra apresentar a peça “O Disfarce do Ovo”. Não me lembro do resto, provavelmente porque acordei.

O 2º aconteceu de ontem pra hoje.
Sonho 2: estávamos eu, Gabriela Cordaro, Bia Cruz e Verônica Veloso (não sei se a Paulina também estava) em uma calçada, me parecia ser da Fradique Coutinho, entre a Teodoro Sampaio e a Artur de Azevedo. Elas entravam e saíam de uma garagem dessas que tem porta de subir e descer puxando, levando móveis pequenos – acho que isso queria dizer que a peça “O Disfarce do Ovo” seria apresentada na garagem.
Aí eu disse: “Vocês não sabem com o que eu sonhei! Eu sonhei que eu e a Bia, não a Bia, uma outra Bia, estávamos na frente do…”
Aí nessa hora acho que a própria Bia ou a Gabi levantava, meio que ignorando minha história, e ia fazer outra coisa.
Eu ficava meio assim-assim mas continuava: “Então, a gente tava na frente do Teatro Laboratório e…”
Aí a Verô interrompia e chamava uma das 2: “Ôh, fulana, não esquece de não sei o quê”.
Eu ficava quieto, bem irritado. Aí a Verô me olhava. Falei: “Bom, o sonho era que eu e a Bia Bonduki estávamos fazendo a peça no Teatro Laboratório, achei que era engraçado mas parece que vocês não estão interessadas, tudo bem”.
A Verô se interessava nessa hora e dizia: “Ah, é? Essa peça?” meio rindo com o olho bem arregalado, e eu respondia com um resmungo qualquer, bem criança birrenta. Ela dizia: “Deve ser um sinal”, eu respondia: “Credo, sai pra lá” com um gesto com uma das mãos, jogando-a pro alto.

E aí acordei, quase que com a sensação de recalque do sonho (hahaha).
O mais estranho é que eu não sei se eu tive o 1º sonho mesmo, ou se foi o 2º sonho que me convenceu que eu tive o 1º.

Mas menino não pode brincar com o pintinho.
E claro, pelo menos no sonho foi incrível ver a Bia Bonduki mordida pelo bichinho do teatro.

Anúncios

Uma resposta para “Menino não pode brincar com o pintinho

  1. Querido, acho que seu sonho é um presságio. Aguarde para saber das novidades hj à noite. Bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s