O jorge do passado veio me lembrar de algumas coisas

1998:
“e, confesso, era muito mais eu
do que nós dois juntos.”

Sem data:
“Se não grito, incendeio.”

2001:
“Eu sempre acreditei que o importante é o caminho
e nem tanto o fim.”

01/01/1998, em Vargem Grande Paulista:
“A vida não é fliperama
Pra mim ela é sala de espera.”

Esse não tem data:
“O meu mau humor aparece diversas horas
e atrapalha tanta, tanta gente.
Eu me sinto pateticamente incapaz
de compreender o que me sente (sic)
aqui nesse mundo que não é tão comovente,
não é coerente,
não é cinema,
então não deve ser meu mundo.”

1/10/99:
“Só foi rápido.
Só sou imediatista
e mais uma porção de coisas.
Só quero comprar mais.
Porção de fritas.
Ai, porção de nervos fritos.
Só fingindo que minha manhã é ótima.
Que meu abuso passa depois das sete.”

1/10/99 – essa eu achei ótima HAHAHA:
“Ei! Veja!
Sou multiuso!
Limpador instantâneo dessa sua sujeira.
Bate na minha boca. Pra ver se ela cala.”

30/09 pra 1/10/99, mostrando que certas coisas não mudam:
“A gente atrapalha o tráfego,
e é desconstrução do diálogo,
é tombando de bêbado de falta de jeito,
era meio de semana, não era sábado.”

22/09/99:
“não preciso que me dêem juízo
que eu quero fazer certo por mim mesmo
e fazer merda quando eu quero
e errar quando não espero
e aprender com tudo isso.”

Sem data:
“Houve um tempo em que acreditei em palavras”

2/02/99:
“As pessoas rodopiavam como num ritual.
Agradeciam tudo de bom que tinham,
e duas desprezam o que têm.”

Olha essa que ótima, bem Franca Sozzani:
“Me faz mal pensar no teu prazer e na tua felicidade. Isso se as duas coisas não forem em conjunto comigo.”

E essa outra, também ótima:
“É um e noventa e nove por minuto do meu coração que se despedaça.
É papo gostoso.
Parece mesmo que eu sou legal mas ninguém sabe.
Você não me conhece.
Você não conhece nem a esquina da sua casa.”

“O cheiro dele ficou impregnado na minha roupa da primeira vez que a gente se encontrou. Eu me lembro bem que perguntei o seu nome, e ele respondeu ‘João Puro’, e eu disse ‘João Puro é como te chamam?’, e achei graça, e ri.”

16/10/99 – olha que fofíssima essa:
“Quero pipoca, cobertor e bilhetinho,
eu só quero deixar de ir no cinema sozinho.”

25/08/00:
“Faça o seu melhor
e nossa vida será
musical
potencialmente
clássico.”

30/08/00, um trecho de um que chama “Quase setembro”:
“É que eu vejo alguéns
mas só vejo.
É que eu acho graça
e não ligo.
É que eu acho que tenho
a vida inteira e meia,
mas o ano passa rápido
passa liso
passa raso.

Onde estão os acasos
que eu não acho?”

HAHAHA ESSA É MUITO BOA PORQUE ME LEMBROU DE UMA PALAVRA QUE EU FALAVA MUITO, 27/09/00:
“Adianta fazer mar
que ninguém percebe?
Mostrar amor
onde ninguém surge?
Deixar de ligar
e ninguém curbe?”

HAHAHA curbe vem de curbiçar.
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA geralmente era escrito CURBY, mas talvez eu tenha achado muito vulgar usar o ípsilon…

5/04, não sei de que ano:
“Vou tirar uma foto dele
conversando com os amigos
pra ver se ele deixa no bar
algum pedaço mais íntimo.

Vou tirar cópia com os negativos
e espalhar pelo mundo inteiro
e vai ser lindo.”

14/06/99:
“O seu amor é tão bonito
então gasta ele com família
com seus melhores amigos
e comigo.”

22/01/00:
“Somos apresentáveis, inteligentes, sabemos ser simpáticos e criamos boas piadas. (…) Eu queria me encontrar pra namorar comigo.”

Sem data:
“Súbita e conscientemente,
esquecendo minhas boas maneiras,
entro pé ante pé,
na sala onde guardas tuas certezas.
Descubro-as do manto da sanidade
e o que vejo?

Me perco no meio do ‘Nada consta’.”

E eu sempre adorei essa frase:
“Por que a vergonha de dizer algo totalmente estúpido?”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s