berziníguia

O que eu sinto não dá pra falar direito. Não é exagero. Porque é só meu. Não sei dizer o que é nas palavras que já existem porque é outra coisa, que estou sentindo pela primeira vez e que ninguém nunca sentiu antes.

Cada coisa que cada um sente é a primeira vez que aparece.

Posso dizer que não é tristeza. Não é raiva. Não é felicidade, nem alívio. Tem um pouco de melancolia, talvez, e uma pitada de tédio. Lá dentro existem grandes espaços vazios, cansaços e um sentimento alerta, que não é um grito, mas uma sobrancelha levemente levantada e um olhar um pouco arregalado.

Berziníguia.

Tô sentindo berziníguia. Não sabia que palavra usar, então inventei uma.

Mas amanhã já vai ser outra coisa, e vou ter que inventar outro nome. Berziníguia nasceu hoje e morre hoje.

Aceita vinho tinto?

Anúncios

Uma resposta para “berziníguia

  1. Oi Jorge, bom eu coloquei seu texto no meu blog, passa lá pra ver 🙂
    Beijinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s