Mitologias da família – dos outros! O caso dos irmãos dentistas

Fazia tempo que eu não ia no dentista. Não por medo, acho que era mais trauma de ter “quase” tirado um siso. Explico: o dentista que eu ia foi tirar dois sisos de uma vez e só conseguiu tirar um (oi?!). Aí eu fiquei irritado e decidi dar uma greve pros dentistas.

Agora, na falta de um, tenho dois. São dois irmãos, o Dr. Fábio e o Dr. Luis. O Dr. Luis é o mais velho e ele faz o trabalho sujo: cirurgia é com ele. Arrancar dente, abrir gengiva, essas coisas. Dr. Fábio fica com a parte fofa e é um fofo: daqueles que pedem desculpa enquanto estão fazendo raspagem. Bom, Dr. Fábio estava condoído da minha preocupação de tirar o siso e decidiu contar a história dele.

Dr. Fábio tirou o seu primeiro siso com uns 17 anos. Ele um dia acordou, não conseguia abrir a boca e precisou ir no dentista. Foram ele, a mãe e o Luís, que nessa época também não fazia Odontologia ainda. Chegaram no médico e ele disse “ih, vai ter que fazer extração, mas tô sem minha assistente hoje”.
NIQUI Dr. Luís logo se oferece pra ajudar! Oi? E o dentista… ACEITOU. Ou seja, Dr. Fábio tirou seu primeiro siso com a assistência do irmão. Diz que naquela época era uma coisa MARRETA e muita porrada mesmo, que você ficava todo roxo, parecia que tinha apanhado. E que tinha um remédio que ele falou o nome e eu esqueci, algo como Sedablerbs, que justamente te deixa sedado. Ele disse que era a melhor coisa da mundo, você tomava dez gotas, desmaiava na cama durante 4 horas, acordava, tomava de novo, desmaiava… O remédio não existe mais, e segundo ele “eu receitaria se ainda existisse”. HAHA

Fiquei sem graça de pedir um Lexotan.

Bom, esse terceiro siso que eu tirei abalou um NERVO e agora estou com dor na garganta – dói pra engolir saliva! Maravilhoso, né? Tô tomando Dorflex líquido, que é bom – mas esse Sedablerbs devia ser bem melhor, certeza.
E ainda falta mais um. Minha irmã disse que queria que o dente fosse destacável. Tá amarelo coloca na cândida, tá velho ou cariado, troca por outro, e arruma do jeito que quiser, espetando, bem bonitinho. Não ia existir dente torto, não ia existir sofrimento. Eu concordo.

Anúncios

Uma resposta para “Mitologias da família – dos outros! O caso dos irmãos dentistas

  1. Ah, nem me fale. Sou super a favor da anestesia geral. Tirei dois sisos hj de manhã e me sinto como se um elefante tivesse sambado na minha cara. Não seria fantástico tomar uma injeção e dormir por, sei la, 3 dias seguidos?! rs Força pra nós, Jorge! ;p

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s