Emoções

“Uma vida não vivida, penso eu. Um dia ela me contou que foi do Rio para Cachoeiro de Itapemirim, visitar a família, e num determinado momento o ônibus parou para que os passageiros fossem ao toalete, bebessem alguma coisa. Ela, que estava só, desceu, sentou-se numa mesa e tomou um café com leite; e me disse que essa foi a maior aventura da sua vida. Nunca me esqueci disso”

Danuza Leão  em Quase tudo

Devo estar bem bocó. Li esse trecho no táxi e chorei na frente do motorista.

Anúncios

3 Respostas para “Emoções

  1. bocó somos dois, então. esse livro é emocionante mermo, chorei em vários momentos quando li.

  2. Quando li o livro, achei esse trecho maravilhoso. Triste mesmo. A gente não pode parar nunca. Imagine o tempo passar e ter só isso pra lembrar….

  3. Foi uma das melhores autobiografias que já li em meus 34 anos de vida… essa mulher é uma vencedora! Apesar das dores, dos traumas, dos medos, sempre dá a volta por cima! Parabéns, Danusa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s